online site builder

Alinhamento

O que é alinhamento de direção?
Ou geometria de direção, é o ajuste da suspensão em determinados valores que garantem a segurança e a estabilidade do veículo. Ao serem construídos, os veículos têm as rodas colocadas na posição correta de alinhamento, respeitando a máxima eficiência de rolamento, dirigibilidade e esterção.
Por isso, qualquer mudança nesses valores, motivada por impactos como buracos, guias, lombadas, entre outros, acarreta o desalinhamento das rodas e outras irregularidades mecânicas.
No alinhamento da direção, está envolvido o ajuste de três ângulos, colocados nos parâmetros determinados pelo fabricante: convergência, cáster e câmber. 
Convergência e divergência
No que se refere ao grau de abertura entre duas rodas de um mesmo eixo, podem ocorrer dois casos: convergência, quando a menor distância entre elas estiver entre a parte dianteira, e divergência, quando a medida for menor na parte traseira.
Cáster
Influi diretamente na estabilidade direcional do veículo. É o ângulo formado pela inclinação longitudinal do pino-mestre ou da linha imaginária que passa pelos pivôs em relação a um plano vertical. Tal ângulo tem a finalidade de permitir o auto-retorno das rodas dianteiras à posição primitiva, após ser efetuada uma curva.
Câmber ou cambagem
É o ângulo formado pela inclinação da roda em relação a um plano vertical. Pode ser: positivo, se as rodas convergem para baixo, ficando mais distantes do topo; negativo, se ficam mais distantes no ponto de contato com o solo, convergindo para cima; neutro ou nulo, se ficam perpendiculares ao solo. O câmber negativo ocasiona desgaste prematuro no ombro interno do pneu; o positivo, no ombro externo.
Quando deve ser feito o alinhamento?
– ao ser efetuada a troca de pneus;
– sempre que os pneus apresentarem desgastes irregulares;
– após fortes impactos em buracos ou obstáculos;
– se o veículo apresentar tendências à deriva ou instabilidade;
– ao serem substituídos os componentes da suspensão;
– a cada 10 mil quilômetros rodados.